3 thoughts on “Perna engessada”

  1. “Olho em redor do bar em que escrevo estas linhas.
    Aquele homem ali no balcão, caninha após caninha,
    nem desconfia que se acha conosco desde o início
    das eras. Pensa que está somente afogando problemas
    dele, João Silva… Ele está é bebendo a milenar
    inquietação do mundo!”

    [Quintana]

    …e a quem um dia me perguntar porque uso palavras de outrem para expressar as minhas, respondo com a imperatividade da dúvida que há em todos esses trechos de grandes autores que coloco aqui. Dito de outro modo, ao usar a metáfora abro mão da minha opinião impositiva para deixar que a interpretação do leitor signifique exatamente aquilo que pensa. Não aquilo que pensa que eu penso.

    Sorte Camila…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>