MILOCA NARIZ DE TABOCA

Essa é uma estorinha que meu amigo Zé Pedro mandou pá mim, no dia do meu niver, lá de Melbourne/Au
Obrigada Zé Maluco.

“Miloca Nariz de Taboca

Era uma vez uma menina bem prososa que se chamava Miloca. Miloca Nariz de Taboca – o seu nome completo e porque ela tinha mesmo o nariz de taboca. Faladeira que só ela, fazia vários amigos.

Um dia… quando Miloca, a do nariz de taboca, encontrou um maluco que morava perto de sua casa – não deu certo! O nome do maluco era Zé. E o seu nome completo era Zé Maluco.

Zé Maluco contava umas estórias medonhas pra Miloca Nariz de Taboca. Uma vez, Zé Maluco, que era tão maluco, contou uma estória que a Bruxa Má pôs ácido no Davene da Xuxa, que passou o Davene no corpo todo e a pele dela saiu, que nem as dos bichos de desenho animado. A Bruxa Má vestiu a pele da Xuxa e virou a Nova Xuxa; e a Xuxa velha virou múmia.

Zé Maluco era muito doido e inventava essas estórias, sem pé nem cabeça, só pra Miloca gostar dele. Miloca Nariz de Taboca gostava de Zé Maluco, mas ela fingia que não, só porque ela é Miloca Nariz de Taboca, e Miloca é manhosa, até mesmo um pouquinho “cínica”, mesmo sendo tão pequenininha.

Mas um dia Zé Maluco não era mais vizinho de Nariz de Taboca. Maluco viajou lá pra onde o vento faz a curva e ele tinha que contar suas estórias malucas pra outras pessoas, como Tio Tuconaldo Pé de Asfalto. Tio Tuconaldo Pé de Asfalto tinha esse nome porque ele não lavava o pé, e então seu pé ficou preto, bem preto, que nem o preto do asfalto.

Então bem longe, Zé Maluco lembrou de Miloca só porque era aniversário dela. E ele sempre ia nos aniversários dela. Até naqueles que Miloca ainda tinha medo de bolo, de bola e de palhaço. Zé Maluco sempre escolhia presentes que a Miloca achava que ia gostar. Uma vez ela até gostou muito de um.

Quando Miloca fez oito anos, Zé Maluco não tinha nenhum presente pra mandar, aí ele inventou uma de suas invenções malucas de escrever uma estória da amizade dele com a Miloca Nariz de Taboca. Aí ele escreveu.

Mas o Zé Maluco era tão Maluco que nem lembrou de dizer o mais importante, que é o que todas as pessoas dizem quando as outras fazem aniversário. Esse Zé Maluco era mesmo muito maluco. Mas a Miloca Nariz de Taboca nem ligava. Pelo menos, era o que ele achava.

Fim.”

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *